Blog posts

Expedição Marrocos

Expedição Marrocos

Marrocos

Quer conhecer o Marrocos? Junte-se a nós, Alexandre e Lufe, dois fotógrafos explorando o que o país tem de melhor e mais autêntico a oferecer. Medinas, mercados, cores, aromas, desertos e muita história. Vem com a gente e viaje através das lentes do Viver a Viagem e do Life by Lufe.

Experimentamos os sabores da culinária marroquina; caminhamos pelas labirínticas medinas; percorremos dois desertos do país; nos hospedamos em riads e casas tradicionais berberes centenárias; conhecemos os minuciosos trabalhos manuais e encontramos muitas pessoas legais pelo caminho.

Veja algumas imagens dessa incrível aventura!

viver-a-viagem-marrocos-morocco-viagem-travel-1
Da esquerda para a direita e no sentido horário: Mausoléu de Moulay Idriss em Fez; Ait Ben Haddou; colheita das rosas em Kelaat MGouna; e riad em Marraquexe[1]
viver-a-viagem-marrocos-morocco-viagem-travel-2
Da esquerda para a direita e no sentido horário: Chefchaouen; medina de Marraquexe; tagine de sardinha; dentro de um kasbah em Ait Gmate[2]
viver-a-viagem-marrocos-morocco-viagem-travel-3
Da esquerda para a direita e no sentido horário: riad em Fez; gargantas do rio Todra; cooperativa de tapetes em Tazanakht; e Festival de Música Sacra em Fez[3]
viver-a-viagem-marrocos-morocco-viagem-travel-4
Da esquerda para a direita e no sentido horário: último ateliê de brocado do Marrocos, em Fez; menina nômade no vale de Tinghir; tagine de legumes; e chá marroquino com hortelã[4]
viver-a-viagem-marrocos-morocco-viagem-travel-5
Da esquerda para a direita e no sentido horário: Um dos portões de Marraquexe; casamento berber em Merzouga; em algum vale próximo ao Monte Toubkal; no topo da duna mais alta de Erg Chigaga[5]

Por que Marrocos?

Nós brasileiros estamos espalhados pelos quatro cantos do globo. E mesmo com a desvalorização do real frente ao dólar e ao euro, continuamos a viajar.

Por falar em dólar, seu aumento nos fez buscar por alternativas e novos destinos. América Latina, Leste Europeu, Marrocos, Tunísia, Oriente Médio, Leste e Sul Africanos, Ásia Central, Ásia do Sul e Sudeste Asiático entram no mapa dos brasileiros como alternativas.

Leia Viajar mais por menos – o guia completo e Roteiros para viajar com o dólar alto e nuca deixe de viajar!

O Marrocos tem muitas riquezas culturais, gastronômicas, arquitetônicas, naturais e históricas. O dirham marroquino e ao baixo custo de vida do país fazem o destino econômico para o brasileiro. Além disso, há voos diretos do Rio de Janeiro e São Paulo a Casablanca. O trajeto é mais rápido do que chegar por Portugal ou pela Espanha.

Esta viagem foi feita por mim (Alexandre Disaro) e pelo Lufe Gomes. Durante 30 dias vivenciamos muitas coisas incríveis e encontramos pessoas de verdade. Queremos mostrar o Marrocos a você através do nosso olhar.

O roteiro

Começamos e terminamos a viagem em Marrakech. Fizemos um loop e passamos por vários locais no país: Marrakech, Asni, Ait Benhaddou, Tazanakht, Erg Chigaga, Mhamid, Tamegroute, Skoura, Sidi Flah, Kelaat M’Gouna, Ait Gmat, Bou Thrarar, Tinghir, Merzouga, Khemliya, Erg Chebbi, Fes, Chefchaouen e Asilah.

Posts da viagem

Leia os posts já lançados desta jornada:

30 super dicas sobre o Marrocos para uma viagem perfeita
Como negociar em países muçulmanos
Ait BenHaddou – um tesouro marroquino

Ait BenHaddou – onde se hospedar
Erg Chigaga – expedição ao deserto
Skoura, Sidi Flah e a rota dos mil kasbahs
Vale das rosas – uma aventura no coração berber do Marrocos

Parceiros da viagem

Esta viagem não seria a mesma sem os nossos parceiros; por isso gostaria de destacá-las. Todos foram selecionamos a dedo. Esta conquista é fruto da dedicação para manter um site de qualidade pensando primeiramente em você leitor.

O Viver a Viagem é transparente e na hora de escolher seus parceiros os estuda caso a caso. Foram escolhidos excelentes hotéis e empresas que qualquer leitor também tem condições de pagar e possa vir a contratar.

Kasbah Tebi – kasbah centenário dentro de Ait Benhaddou;
Wild Morocco – agência especializada em tours pelo deserto de Erg Chigaga;
Dar Es Salam – outro kasbah centenário em Skoura, no caminho do Vale de Dades;
Kasbah Ben Ali – mais um kasbah centenário no caminho do Vale das Rosas;
Desert Luxury Camp – um acampamento nas dunas do deserto abaixo do Erg Chebbi;
Dar Roumana – uma riad maravilhosa e totalmente restaurado na median de Fes;
Culture Vulture – incrível projeto de Jessica que leva você a conhecer a fundo trabalhos manuais nas medinas de Fes e Sefrou;

Riad Idrissy – outro riad incrível no coração da medina de Fes. No seu jardim, as ruinas de um outro riad foram transformadas num restaurante;
Dar Les Cigognes – uma linda riad fora da medina de Marrakech, mas perto o suficiente para sua muralha servir de cenário para o café da manhã no terraço;

E lógico, você é o maior parceiro do Viver a Viagem. É por causa do seu feedback que cada post é feito com muito amor.

Quem somos?

Se você já é leitor do Viver a Viagem imagino que deve também conhecer o meu trabalho como fotógrafo. Seja fotografando para uma revista, seja conversando com uma senhora nas montanhas de algum canto remoto, adoro trazer histórias e pontos de vista diferentes.

Se é a primeira vez que acessa o site, comece por aqui e saiba um pouco sobre o Alexandre. O Viver a Viagem surgiu da paixão por fotografia e relatos de experiências de imersão cultural durante viagens.

alexandre disaro
Do canto esquerdo e no sentido horário: mergulho na fenda de Silfra; apresentação maiko em Quioto; Nova Iorque[6]
alexandre disaro
Do canto esquerdo e no sentido horário: Serra do Corvo Branco em Santa Catarina; escadas do Centro de Design Dongdaemun em Seul; Daimonzaka, Nachi Take[7]
alexandre disaro
Do canto esquerdo e no sentido horário: mergulho em Fernando de Noronha; Narai, Japão; tunel de árvores em Tiradentes; voo de balão na Capadocia, Turquia[8]
alexandre disaro
Do canto esquerdo e no sentido horário: cavalo selvagem no interior da Islândia; monge budista em cerimônia no Monte Koya, Japão; jantar sendo preparado em Shirakawa-go, Japão[9]

O Life by Lufe é o maravilhoso projeto do fotógrafo Lufe Gomes, onde ele busca casas fora do padrão de arquitetura e decoração por todo o mundo. Lugares que se tornam únicos por refletirem em cada detalhe, a personalidade e a beleza das histórias de vida de quem ali vive. Lufe está sempre em busca de inspirações em como as pessoas vivem, e não simplesmente onde elas moram.

Muito mais que decoração, o projeto mostra estilos criativos, objetos cheios de significados e  aprendizados que as pessoas ao nosso redor tem a ensinar.

life by lufe
Do canto superior esquerdo e em sentido horário: Joana Mariani (São Paulo); Consuelo Vidal e Tester Mariano (Tigre – Argentina); Alexandre Mascarenhas (Tiradentes). [10]
life by lufe
Do canto superior esquerdo e em sentido horário: Giacomo Favretto e Valeria Dantas (São Paulo); Renato de Cara e Luanna Jimenez (São Paulo); Fernanda Feher (Nova Iorque – EUA). [11]
life by lufe
Da esquerda para a direita: Yutaka Nagai (Narai – Japão); Florencia Tellado (Buenos Aires – Argentina) [12]
life by lufe
Do canto superior esquerdo e em sentido horário: Vitor Penha (São Paulo); Matthieu Romancant (Rio de Janeiro); Fabrizio Lenzi e Helena Mattar (São Paulo). [13]

Juntamos nossos olhares complementares e embarcamos nessa expedição fotográfica.

Reserve seu hotel no Marrocos

Referências e Notas Explicativas   [ + ]

About the author

Sou fotógrafo, moro em São Paulo e já estive em 16 países. O Viver a Viagem é meu projeto pessoal e vai além de dicas triviais; quero proporcionar uma imersão cultural e ajudar você a viajar com um olhar diferente.