Blog posts

Expedição Japão

Expedição Japão

Coréia do Sul, Japão

Quer conhecer o Japão e Seul? Junte-se a nós, Alexandre e Lufe, dois fotógrafos explorando esses dois incríveis países. Modernidade, tradição, neons, design, águas termais, caminhos de peregrinação, templos centenários, montanhas, arte e palácios. Viaje conosco através das lentes do Viver a Viagem e do Life by Lufe.

Tanto Japão quanto Coreia do Sul têm muita história, riqueza cultural, diversidade gastronômica, arquitetura e cenários de tirar o fôlego. Alem claro, de muita segurança, infraestrutura e facilidade de locomoção pelo país todo.

Veja algumas imagens dessa incrível aventura!

viver-a-viagem-japao-japan-seoul-seul-dicas-de-viagem-travel
Da esquerda para a direito e no sentido horário: Narai-juku à noite; Caquis sendo secos em Furukawa; escadas do Dongdaemun Design Plaza em Seul; onsen em Kii Katsuura[1]
viver-a-viagem-japao-japan-seoul-seul-dicas-de-viagem-travel2
Da esquerda para a direito e no sentido horário: Kamokochi; Torre de Seul; Hikarie em Shibuya; Bukchon, vila hanok em Seul[2]
viver-a-viagem-japao-japan-seoul-seul-dicas-de-viagem-travel3
Da esquerda para a direito e no sentido horário: estação de trem em Nara; guardas no Palácio de Doeksugung; jardim do Dongdaemun Design Plaza em Seul; Monte Koya[3]
viver-a-viagem-japao-japan-seoul-seul-dicas-de-viagem-travel4
Da esquerda para a direito e no sentido horário: beco em Myeongdong em Seul; cerimônia budista no Monte Koya; Higashiyama, Quioto; Pachinko[4]
viver-a-viagem-japao-japan-seoul-seul-dicas-de-viagem-travel5
Da esquerda para a direito e no sentido horário: Daimonzaka, Nachi; Festival do fogo em Kurama; Festival das eras em Quioto; córrego Cheonggyecheon[5]
viver-a-viagem-japao-japan-seoul-seul-dicas-de-viagem-travel6
Da esquerda para a direito e no sentido horário: Monte Fuji ao fundo, Kawaguchiko; Teto pintado do Palácio de Gyeongbokgung; um beco gastronômico (yokocho) em Tóquio; Trem bala (shinkansen)[6]

Por que Seul e Japão?

Por seu contexto histórico a cultura japonesa é uma das culturas asiática mais difundidas no Brasil. A maior comunidade japonesa fora do Japão está no Brasil, e o contrário também é verdade; a maior comunidade estrangeira no Japão é a dos brasileiros.

Por ter sido fortemente influenciado pela cultura japonesa durante a infância e adolescência, sempre cultivei um grande carinho pelo país. Ir ao Japão sempre fui um sonho.

Esta viagem foi feita por mim (Alexandre Disaro) e pelo Lufe Gomes. Vivemos 30 dias maravilhosos e conhecemos pessoas incríveis. Queremos mostrar o Japão e Seul a você através do nosso olhar.

No começo de 2014 havia dito para mim mesmo “farei uma revolução em minha vida e comemorarei com uma viagem ao Japão em outubro por 30 dias”. Profetizei e joguei para o universo. Sem eu saber e conhecer o Lufe, ele havia dito a si que também iria para o Japão em outubro daquele ano. Nos conhecemos, descobrimos dos planos de cada um para outubro e decidimos irmos juntos.

Então em meados de outubro de 2014 embarcamos numa jornada fotográfica rumo à Ásia. Partimos para o Japão e fizemos uma rápida e surpreendente parada em Seul, na Coréia do Sul.

Com essa viagem provo que qualquer um com planejamento pode visitar este cantinho mágico da Ásia.

O roteiro

Ficamos alguns dias em Seul e seguimos para o Japão. Lá rodamos boa parte da região central, que vai da antiga capital imperial Quioto até Tóquio. Passamos por Quioto, Kurama, Arashiyama, Nara, Osaka, Monte Koya, Ryujin Onsen, Kii Katsuura, Nachi Taisha, Shirakawa-go, Takayama, Hida Furukawa, Kamikochi, Matsumoto, Narai-juku, Magome-juku, Tsumago-juku, Tóquio, Yokohama e Kawaguchi-ko (Monte Fuji).

viver-a-viagem-japao-japan-seoul-seul-itinerario-itinerary-viagem-travel

Posts da viagem

Confira os posts já lançados desta viagem:

Japão

20 dicas valiosas para quem viaja para o Japão
Monte Koya – durma num templo no Japão
Nakasendo – o caminho das montanhas
Ryujin onsen uma joia nas montanhas japonesas
Onsen – tudo sobre as fontes termais do Japão
Yokocho: os becos gastronômicos de Tóquio
Cultura japonesa em Quioto, conheça o Gion Corner
Japan Rail Pass: economize com transporte no Japão
Arashiyama: um refúgio em Quioto
Festival no Japão – Kurama no hi no matsuri
Takkyubin – Japão com pouca bagagem

Seul

Planeje sua viagem para Seul – o guia completo
18 dicas valiosas para quem viaja à Coreia do Sul
Como aprender coreano
Dongdaemun Desing Plaza
Comida de rua em Seul
Monte Namsan e a Torre de Seul
Obangsaek uma expressão do espírito coreano
Transporte público – tudo sobre o metrô de Seul
Transporte público – tudo sobre os ônibus em Seul
Fotografia de rua em Seul
O renascimento do Cheonggyecheon
Como fazer um pedido num restaurante coreano
O colorido Mercado de Gwangjang em Seul
O Palácio Gyeongbokgung em Seul
Conheça dois bairros de entretenimento em Seul
Dancheong a pintura coreano dos templos e palácios
O Palácio Deoksugung em Seul
Um passeio por Bukchon Hanok Village e suas casas de chá
Um passeio de bicicleta por Yeouido
Festival Internacional de fogos de artifício em Seul
Caminhando pela muralha de Seul

Conheça nossas outras expedições

Missão Europa

Expedição África do Sul

África do Sul

Expedição Marrocos

Marrocos

Quem somos?

Se você já é leitor do Viver a Viagem imagino que deve também conhecer o meu trabalho como fotógrafo. Adoro viajar, trazer histórias e pontos de vista diversos.

Se é a primeira vez que acessa o Viver a Viagem, comece por aqui e conheça um pouco sobre mim. O Viver a Viagem surgiu do amor pela fotografia e viagem.

viver-a-viagem-japao-japan-seoul-seul-viagem-travel
Da esquerda para a direito e no sentido horário: cavalo correndo livre em Thörsmörk, Islândia; apresentação do grupo Korean Rhapsody; Baia dos Porcos, Fernando de Noronha; voo de balão em Ortaköy, Capadócia[7]
viver-a-viagem-japao-japan-seoul-seul-viagem-travel-2
Da esquerda para a direito e no sentido horário: Trens em Paris; Silhueta do Cristo Redentor; Tiradentes à noite; Guarda na Torre de Londres[8]
viver-a-viagem-japao-japan-seoul-seul-viagem-travel-3
Da esquerda para a direito e no sentido horário: mergulho na fenda de Silfra, Islândia; Nova York; Atalaia, Fernando de Noronha; Santa Tereza, Rio de Janeiro[9]
viver-a-viagem-japao-japan-seoul-seul-viagem-travel-4
Da esquerda para a direito e no sentido horário: Serra do Corvo Branco; Igreja matriz em Tiradentes; Carrossel em Paris; ponte de Bir-Hakeim, Paris[10]

O Life by Lufe é o projeto do fotógrafo Lufe Gomes, onde busca casas e histórias fora do padrão mundo afora. Lugares únicos por refletirem em cada detalhe, a personalidade e a beleza das histórias de vida de quem ali vive. Lufe está sempre em busca de como as pessoas vivem.

life by lufe
Do canto superior esquerdo e em sentido horário: Joana Mariani (São Paulo); Consuelo Vidal e Tester Mariano (Tigre – Argentina); Alexandre Mascarenhas (Tiradentes). [11]
life by lufe
Do canto superior esquerdo e em sentido horário: Giacomo Favretto e Valeria Dantas (São Paulo); Renato de Cara e Luanna Jimenez (São Paulo); Fernanda Feher (Nova Iorque – EUA). [12]
life by lufe
Da esquerda para a direita: Yutaka Nagai (Narai – Japão); Florencia Tellado (Buenos Aires – Argentina) [13]
life by lufe
Do canto superior esquerdo e em sentido horário: Vitor Penha (São Paulo); Matthieu Romancant (Rio de Janeiro); Fabrizio Lenzi e Helena Mattar (São Paulo). [14]

O projeto mostra muita criatividade, energia boa e gente de verdade.

Reserve seu hotel no Japão e em Seul.

Referências e Notas Explicativas   [ + ]

About the author

Sou fotógrafo, moro em São Paulo e já estive em 16 países. O Viver a Viagem é meu projeto pessoal e vai além de dicas triviais; quero proporcionar uma imersão cultural e ajudar você a viajar com um olhar diferente.
  • Aline Lira

    Olá Alexandre!
    Eu vou com a minha família (somos 8!) para Seul em novembro. Teremos 15 dias. Na sua opinião, daria para fazer Seul e Japão? Ou seria melhor Seul e China? Estamos bem perdidos quanto ao roteiro. Gostaríamos da sua opinião e sugestões de cidades imperdíveis.
    Muito obrigada,
    Aline.

    • Alexandre Disaro

      Oi Aline,
      Que legal!!! Vocês vão adorar qualquer uma das opções.
      Quanto ao transporte do segundo destino (China ou Japão), tanto faz. Imagino que vocês vão de avião tanto para a China quanto para o Japão. Há bons preços de passagens.

      Quanto aos destinos, o Japão é mais organizado e bem estruturado que a China. É também mais compacto e de fácil deslocamento. Contudo, os preços por lá são mais caros.

      A China é gigante e exige bom planejamento para otimizar a vista. Há muita coisa incrível país adentro e bons valores.

      Não conheço a China ainda, mas posso opinar sobre o Japão. Gostei muito do país e voltaria muitas outras vezes sem pensar duas vezes. Pense no que querem realmente vivenciar e no bolso de vocês. Ambos os destinos são surpreendentes.

      Um conselho: saia do eixo das cidades grandes para realmente se conectar à cultura local e viver experiências únicas.

      Abraço,